Três países sul-americanos querem sediar em conjunto a Copa do Mundo de 2030

Na reunião que aconteceu em Buenos Aires com o presidente da Fifa, os presidentes do Paraguai, do Uruguai e da Argentina, entregaram uma proposta de candidatura dos três países associadamente, para realizarem a Copa do Mundo de 2030.

Em uma coletiva de imprensa com a presença dos presidentes, Macri declarou que eles desejavam mostrar para o representante da Fifa a intenção dessa união, que tem por objetivo realizar um grande campeonato mundial. O presidente da Argentina ainda disse, que nessa parte do mundo, o amor pelo futebol é muito grande.

Com um evento do porte de uma Copa, que recebe 48 seleções, mais delegações de cada país, jornalistas e turistas, eles gostariam de poder dividir essa tarefa de sediar esse evento. Eles estão estudando em ter até três sedes no Uruguai e Paraguai, e até seis ou oito na Argentina, foi o que declarou Mauricio Macri, ao lado de Horacio Cartes, presidente do Paraguai e Tabaré Vázquez, presidente do Uruguai.

A ideia veio do presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, que em uma conversa com Macri, comentou a oportunidade de realizar o evento conjuntamente. Macri levou segundos para concordar. Então Macri fez a proposta de incluir o Paraguai nessa união, e Vázquez aceitou em segundos também. Essa presença dos três países, traz uma maior consistência à candidatura, já que sediar uma Copa do Mundo demanda uma grande dedicação, acrescentou Macri.

Além dos três presidentes e do presidente da Fifa, Gianni Infantino, participou também do almoço, Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol). O presidente do Uruguai disse que desde o começo, sabia que o seu país não possuía condições de sediar esse evento, sem a participação de um outro país.

A Copa do Mundo em 2030, estará completando cem anos de existência. O Uruguai foi o país sede da primeira edição da Copa, e a final da competição foi em Montevidéu, entre a seleção do Uruguai e da Argentina, sendo que o time do Uruguai venceu e se tornou o primeiro campeão mundial. O presidente do Uruguai disse que a região, merece receber esse evento nessa data histórica.

Ele ainda completou que as distâncias entre os países sedes não representariam uma adversidade, ele lembrou que a  Copa de 2002  teve dois países sedes, que foram o Japão e a Coreia do Sul.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *