Asteroide extremamente grande em direção ao nosso planeta é descoberto pela NASA

Um asteroide gigante descoberto pelos rastreadores da NASA está agora em direção à Terra, revelou a agência espacial norte-americana. O asteroide, chamado pela NASA Asteroid 2019 BW1, está se dirigindo em direção ao nosso planeta. O asteroide BW1 passará pelo planeta quando atingir sua distância mais próxima da Terra. Os rastreadores de asteroides da Nasa no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) divulgaram as notícias recentemente, entretanto, o asteroide vem sendo observado desde janeiro de 2019. Felizmente, o risco do Asteroid BW1 atingir a Terra a mais de 21400 km/h é extremamente baixo.

Mesmo no seu ponto mais próximo da Terra, o Asteroid BW1 passará a uma distância de mais de três milhões de milhas (4,98 milhões de km). Mas a passagem do asteroide deve ser de interesse para os astrônomos da NASA, principalmente devido ao seu tamanho. O JPL da NASA estima que o BW1 mede algo na faixa de 98,4 pés a 219,8 pés (30m a 67m) de diâmetro. Em direção ao limite inferior da estimativa, o Asteroid BW1 ainda é 15 vezes mais longo do que uma cama de casal. Os asteroides muito menores causaram danos consideráveis no passado quando atingiram a Terra. O exemplo mais notável disso é o Chelyabinsk Meteor 2013, que explodiu sobre o Oblast de Cheliabinsk, na Rússia, há seis anos. A rocha espacial de 20 metros permaneceu despercebida por ter vindo em direção a Terra contra o Sol. O meteoro de Chelyabinsk explodiu no ar sobre a Rússia com 30 vezes a força da bomba nuclear de Hiroshima. Mais de 1.500 pessoas ficaram feridas e mais de 7.000 edifícios foram danificados pela explosão de ar resultante. Lindley Johnson, Oficial de Defesa Planetária da NASA, explica: “O evento de Chelyabinsk chamou a atenção generalizada para o que mais precisa ser feito para detectar asteroides ainda maiores antes que atinjam nosso planeta”.

O Asteroid BW1 não chegará perto o suficiente para atingir a Terra, mas apenas perto o suficiente para ser apelidado de “Near-Earth Object” (NEOs), que traduzido fica “Objeto Próximo da Terra. Os NEOs são cometas e asteroides em trajetórias orbitais, que estão incrivelmente próximos da Terra. A NASA disse: “Enquanto orbitam o Sol, os objetos da próximos da terra podem ocasionalmente aproximar-se. Note que uma passagem ‘estreita’ astronomicamente pode ser muito distante em termos humanos: milhões ou até dezenas de milhões de quilômetros.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *