Empiricus aproveita pedido de desculpas de Bettina para apresentar evolução de seu compliance

Após seis da campanha protagonizada por Bettina, Empiricus faz pedido público de desculpas e apresenta seu departamento de compliance, um dos mais desenvolvidos do país.

Em março, possivelmente você se deparou com um anúncio nas plataformas digitais em que a copywriter Bettina Rudolph afirmou ter ganho, em três anos, a quantia de 1 milhão de reais em investimentos a partir de um aporte inicial de mil reais. Segundo ela, a quantia foi obtida apenas os relatórios e demais conselhos estratégicos da Empiricus.

O vídeo trouxe uma série de sanções à empresa: o Conar (Conselho Nacional de Auto Regulação Publicitária) exigiu a retirada do comercial, o Procon aplicou uma multa e a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) elaborou regras para a publicidade de analistas financeiros.

Seis meses depois, Bettina protagoniza um novo anúncio em que pede desculpas pelos erros da primeira campanha. Segundo ela, a relação com o público se iniciou da forma errada, por culpa dela e da companhia.

A copywriter ressalta que foi passada a mensagem equivocada que seu patrimônio foi construído de forma rápida ou fácil e que deveria ter ficado claro, mesmo naquele infomercial de pouco mais de um minuto, que foram feitos outros aportes durante o período de três anos, algo que foi dito por ela em mais de uma ocasião.

Evolução do compliance

Na produção, Bettina diz que a Empiricus avançou muito no nível das comunicações e no controle de seus processos internos. Além disso, o time foi reforçado com nomes ainda mais técnicos para o que já era a maior e mais capacitada equipe de pesquisa sobre investimentos do país.

Foram vários passos para o desenvolvimento do departamento de compliance, se tornando uma referência para o setor editorial brasileiro. Hoje nenhuma companhia brasileira sobre investimentos possui um compliance tão desenvolvido, muitas das concorrentes nem sequer possuem um departamento desses.

O compliance é o departamento que fiscaliza os processos internos e demais atividades da companhia para assegurar o cumprimento de leis, regras e demais regulamentações aplicáveis.

Além disso, a Empiricus se mostrou mais receptiva em relação aos reguladores, em especial a CVM, com que a empresa teve alguns momentos de conflito. Antes, seu posicionamento era que a entidade não tinha poder sobre suas ações, visto que se trata de um player de conteúdo e não uma casa de análise.

Uma das determinações da CVM foi a criação de alertas nos anúncios da marca. Basicamente são mensagens disponibilizadas nos relatórios e demais peças publicitárias informando ao público sobre os riscos envolvidos nas práticas de investimento. Agora, a Empiricus informa que ganhos passados não garantem retornos futuros. Nota-se uma grande evolução nesses seis meses. Tudo para assegurar que os mais de 360 mil assinantes tenham mais segurança ao analisar os relatórios da marca. Atualmente são cerca de 300 colaboradores, muitos deles trabalhando na sede da empresa, que fica na Avenida Faria Lima, o principal centro de finanças do estado de São Paulo e um dos mais importantes do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *