Métrica chave como uma bússola para o desenvolvimento de startups

Qualquer startup tem indicadores pelos quais vale a pena se esforçar. Mas as métricas são apenas metade da batalha. O principal é alcançar um crescimento real e gerar economia. Infelizmente, muitas empresas, grandes e pequenas, geralmente não acompanham seu progresso. Ao mesmo tempo, escolher e seguir uma única diretriz clara é um dos aspectos mais importantes do desenvolvimento de negócios bem-sucedido.

Por exemplo, o Shopify usa táticas tão simples para isso que é surpreendente que outras empresas não sigam seu exemplo. Toda semana eles enviam boletins de notícias aos membros da equipe para rastrear as principais métricas e realizam uma reunião para discutir os resultados. Isso é tudo.

No entanto, por trás dessas ações simples – toda a filosofia, como gerenciar a empresa, como distribuir os direitos e responsabilidades dentro da equipe, para uni-la para atingir a meta. O CEO da Shopify, Tobi Lutke, chama isso de “o motor de um negócio multimilionário em rápido crescimento”.

Seleção das principais métricas – As modernas ferramentas de otimização permitem rastrear e ajustar literalmente centenas de indicadores diferentes. E muitos analistas de negócios coletam muitos dados, analisam-no, transformando-o em tabelas e gráficos. Este é um erro comum. Sem um ponto de referência claro, você está dispersando forças, gastando tempo, inclusive em métricas sem importância e até inúteis. E o tempo no negócio de SaaS sempre joga contra você.

Ao focar sua atenção em um indicador, você pede à sua equipe um único objetivo, para alcançar o que ela gera toda a sua força. O principal é escolher a métrica certa, para que todo o resto se encaixe.

Escolhendo uma estratégia – Isso pode parecer um passo simples, mas a escolha da direção costuma estar cheia de necessidade de compromisso. Por exemplo, se você decidir confiar na retenção de clientes, será forçado a “diminuir” em termos de atração de novos leads e vice-versa. Portanto, a escolha da estratégia requer uma abordagem muito equilibrada.

Como regra, nos estágios iniciais do desenvolvimento, os proprietários da empresa se concentram no crescimento (número de usuários ativos ou renda mensal – MRR, receita recorrente mensal).

Posteriormente, o foco no desenvolvimento permanece, mas, ao mesmo tempo, você pode começar a prestar mais atenção ao aumento do valor da vida útil dos clientes (LTV, Lifetime Value), além de rastrear a saída de renda mensal. No entanto, como regra geral, esses aspectos são de competência de departamentos específicos da empresa, portanto, é muito mais difícil reunir toda a equipe ao seu redor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *